Capelinhas

terco-nossa-senhora-do-silencio-decoracao1História do Movimento das Capelinhas:

 

O Movimento das Capelinhas difunde o culto familiar prestado a Deus por intermédio de Maria. Começou em 1888, no Equador, numa cidade chamada Guayaquil, pelo cônego José Maria Santistevan, da Congregação dos Padres Claretianos, que vendo a dificuldades das famílias, o materialismo, a falta de fé entre os jovens, chegou à conclusão que só a presença constante da Mãe de Jesus poderia ser uma solução. Começavam a nascer os principais objetivos do Movimento das Capelinhas: oração em família, diálogo e comunhão.

"Assim sendo, num certo dia, ao anoitecer, justamente na hora do "Ângelus", a cidade de Guayaquil foi iluminada pelo clarão de uma movimentada procissão luminosa que saindo da Igreja Matriz dirigiu-se para a casa da primeira família que recebia a visita da Capelinha de Nossa Senhora que começava a circular por toda a cidade. Por isso, recebeu o nome de "visita circulante do Imaculado Coração de Maria".

"Portanto, no dia 26 de agosto de 1888 nascia o Movimento das Capelinhas renovando e atualizando a peregrinação da "jovem de Nazaré", de casa em casa, com a missão de levar Cristo aos Lares".

O Movimento das Capelinhas rapidamente espalhou-se pelo mundo, chegando ao Brasil na época da Primeira Guerra Mundial, em 1914, na cidade de Belo Horizonte/MG.

O Movimento das Capelinhas na Arquidiocese de Curitiba teve seu início em 1937, na Paróquia do Imaculado Coração de Maria.

 

Os objetivos do Movimento das Capelinhas:

 

- Evangelizar as famílias pela visita de Maria na Capelinha, como um instrumento propagador da Palavra de Deus, favorecendo a união fraterna e a oração, espiritualmente a do Terço;

- Propagar a devoção a Nossa Senhora;

- Desterpar a Vocações Sacerdotais e Religiosas, incentivando-as espiritual e maternalmente;

- As doações são destinadas para os seminários, para manterem as vocações;

 

Todos podem receber a visita da Capelinha, residências, comércios, escritórios, hospitais, entre outros, desde que esteja localizado nos limites da Paróquia.

Para receber a visita da Capelinha, deve entrar em contato com a mensageira responsável pela Capelinha mais próxima de sua casa, ou deixar o nome completo e endereço na secretaria Paroquial.

 

 

Fonte: http://www.santuarioguadalupe.com.br/capelinhas